quinta-feira, 22 de agosto de 2013

[ GAME OVER #09 ] 
Tomb Raider
(PlayStation)

Se tem uma série que sou fã é da série Tomb Raider! Entretanto, o primeiro jogo que terminei da série foi o Tomb Raider III e desde então venho jogando e terminando todos os jogos da série (ou quase, The Angel of Darkness (PS2) ainda não terminei). Mas como eu disse, comecei pelo terceiro, os dois primeiros sempre foram uns dos meus pecados gamísticos (termo "roubado" do Gamer Caduco), pelo menos era, até que resolvi encarar o desafio e terminar o primeiro Tomb Raider de todos! E não foi uma tarefa fácil!

Atenção! Mudamos de lugar! Você já está sendo redirecionado.. :)

Tomb Raider foi lançado em 1996 pela Eidos Interactive e desenvolvido pela Core Design para o Sega Saturn, PlayStation e PC. A história do jogo tem como protagonista, até então desconhecida, a arqueóloga Lara Croft, que é contratada pela Jacqueline Natla, CEO da Natla Technologies, para realizar uma busca de um artefato chamado Scion, que na verdade é formado por três peças e estas, estão espalhadas pelo mundo a fora. Nesta jornada, Lara passará por diversos lugares como, América do Sul, Grécia, Egito e até a lendária Atlântida e também enfrentará diversos inimigos que vão desde tigres, gorilas, até os sobrenaturais dinossauros e múmias!

Sim, Lara enfrenta um T-Rex! 

Entretanto, o combate não é ponto forte de Tomb Raider, o jogo é muito mais voltado para a exploração do que qualquer outra coisa, pois, apesar de ser um jogo totalmente linear, os cenários são bastante extensos e abertos! São ao todo 15 níveis apenas, porém, como disse são extensos e possuem alguns quebra-cabeças que irão tomar um tempinho seu, porém não são difíceis!

Nesta primeira aventura, Lara possui movimentos limitados à saltos para frente, saltos mortais para trás e laterais, agarrar nas bordas de plataformas, andar devagarinho e alguns outros. O sistema de combate do jogo é só com armas de fogos, como as duas pistolas, marcas registradas de Lara, que possuem munição infinita. Além disso, quando Lara vê um inimigo, ela mira automaticamente para ele, bastando apenas atirar! E sim, desde o primeiro Tomb Raider você pode andar, correr, pular enquanto atira =] (aprenda Capcom!)

Scion, o artefato desejado por Lara!

E por falar em saltos, estes te deixam de cabelo em pé, pois em vários momentos são exigidos saltos perfeitos, onde uma falha se quer é ou morte certa ou, pior ainda, é ter que refazer todo um trajeto novamente, principalmente quando se seu último save foi muito longe. Por falar nisso, o sistema de save de TR é realizado através cristais azuis localizados em pontos específicos no jogo, ou seja, não é possível salvar o jogo a todo momento, aumentando assim, a dificuldade do jogo.

Tomb Raider não é um jogo difícil, mas exige paciência, aliás muita paciência, pois as vezes, tinha que me segurar para não jogar o controle na parede! Sério! A maior dificuldade é controlar a Lara com uma jogabilidade que ficou muito "datada", e ainda por cima, não possui suporte ao controle analógico do PlayStation, é só pelo d-pad mesmo, demorei um tempo para me acostumar com isso!


Mas enfim, sobrevivi e mais um desafio concluído! Tomb Raider é um grande jogo e que fez história! Uma pena que ficou "datado" com o tempo, mas com certeza foi uma revolução! Sua nota no metacritic é de 9.1, nada mau, e concordo com eles, minha nota é 9,0! Agora, o próximo desafio da série será terminar o segundo e o temido The Angel of Darkness do PlayStation 2! E é isso, muito obrigado! =)

Tomb Raider

PlayStation


Desenvolvido por: Core Design
Publicado por: Eidos Interactive
Lançado em: Novembro de 1996
Gênero: Plataforma / Aventura

Finalizado em: 20 de Agosto de 2013
Nota: 9,0